A Virgem Maria apareceu em Marienfried (Alemanha), paróquia de Pfaffenhofen, perto de Neu-Ulm, ao visionário Bärbel Ruess, então com 22 anos de idade. Houve três aparições: 25 de Abril, 25 de Maio e 25 de Junho de 1946. Relatamos o essencial das palavras de Maria traduzidas do alemão. Entre parênteses e em itálico comparamos esta Mensagem de Maria com o Apocalipse de João.

O excerto que relatamos é retirado da brochura traduzida por Nicole Roelli-Senez do original alemão escrito por Maria Hepp: “The Message of Marienfried”, Paul Geiselmann Printing House, Laupheim, 1969 (Deutschland).

Primeira Visão: 25 de Abril de 1946

Disse Mary a Bärbel:

“Onde há a maior confiança e onde se ensina aos homens que eu posso fazer qualquer coisa, lá espalharei a paz”. Então, quando todos os homens acreditarem no meu poder, haverá paz. Eu sou o sinal do Deus vivo. Imprimo o meu sinal na testa dos meus filhos. A estrela (de David, símbolo do Sionismo; ver Apocalipse 9:1) seguirá o meu signo, mas o meu signo vencerá a estrela”.

À pergunta: “Quem é você?” Bärbel recebeu a resposta: “Se eu não tivesse um véu, vocês reconhecer-me-iam”. Como a Senhora se foi embora, ela diz novamente:

“Que a paz de Cristo esteja convosco e com todos os que aqui rezam”.

Este lugar foi mais tarde chamado “Marienfried” – (frito = paz) – porque a Santíssima Virgem Maria tinha dito aqui: “Eu trago-vos a Paz de Cristo”.

Segunda Visão: 25 de Maio de 1946

Diz Mary:

“Eu sou a Grande Medianeira das Graças”. Como o mundo só pode encontrar misericórdia com o Pai através do sacrifício do Filho, assim só sereis ouvidos com o Filho por minha intercessão. Se Cristo é tão desconhecido, é porque eu não sou conhecido. Foi assim que o Pai derramou o Seu cálice de ira sobre os povos (Apocalipse 11,18, 14, 19, 15, 1/ 16, 19) porque rejeitaram o Seu Filho (rejeição de Cristo pelo Anticristo e por aqueles que o apoiam). O mundo foi consagrado ao meu Imaculado Coração, mas a consagração tornou-se uma responsabilidade terrível para muitos. Peço que o mundo viva a consagração. Tenha uma confiança infinita no meu Imaculado Coração! Acreditem que posso fazer tudo na presença do Filho! Coloquem o meu Imaculado Coração no lugar dos vossos corações cheios de pecado, então tirarei força de Deus, e o amor do Pai voltará a formar Cristo em vós até à perfeição. Cumprir as minhas petições para que Cristo possa em breve reinar como Rei da Paz (Apocalipse 11,15-17). O mundo deve beber o cálice da ira aos sedentos por causa dos incontáveis pecados que ofenderam o seu Coração. A estrela do abismo (já mencionada na primeira visão: Apocalipse 9,1) erguer-se-á mais furiosamente do que nunca e fará terríveis devastações (“a abominação da desolação na Terra Santa”: Mateus 24,15 / Daniel 9,27) porque sabe que o seu tempo está contado (Apocalipse 12,12) e porque vê que muitos já caíram sob o meu signo. Sobre estes não tem poder, apesar de matar o corpo de muitos (Rev. 6,9 / 11,3-9). Mas destes sacrifícios feitos por mim (desconhecidos dos mártires da estrela) provém o meu poder de conduzir a restante legião à vitória de Cristo. Alguns já estão a deixar o meu sinal ser impresso neles e serão cada vez mais numerosos. A vós, meus filhos, quero dizer: nos dias mais sangrentos não esqueçam que esta cruz é uma graça, e agradeçam ao Pai uma e outra vez por esta Graça!

Rezar e oferecer sacrifícios pelos pecadores! Ofereça-se a si mesmo e às suas acções ao Pai através de mim. Ponham-se inteiramente à minha disposição! Rezem o Rosário! Não reze tanto por bens externos! Hoje em dia trata-se de muito mais. Também não espere sinais e maravilhas! Quero trabalhar em segredo como a Grande Medianeira das Graças. Se satisfizerem os meus pedidos, quero dar-vos paz de coração. É apenas nesta paz que a paz dos povos pode ser construída. Então Cristo reinará sobre os povos como o Rei da Paz. Tenham cuidado para que a minha vontade seja conhecida, eu dar-vos-ei a força necessária”.

Em relação à missão conferida, Maria também diz que o diabo terá um poder tão grande no mundo que todos aqueles que não estão firmemente estabelecidos nela se deixarão enganar, pois Ele saberá cegar os homens, que até os melhores se deixarão enganar (os líderes das igrejas, chefiados pelo Papa enganados pela estrela). Onde quer que os homens não confiem no Seu Imaculado Coração, o diabo terá poder, mas onde quer que os homens coloquem o Seu Imaculado Coração no lugar dos seus corações pecaminosos, aí o diabo não terá poder. Ele perseguirá os seus filhos (pela estrela e pelos seus homens) e eles serão desprezados, mas ele não poderá fazer nada contra eles.

Terceira Visão: 25 de Junho de 1946

Diz Mary:

“Eu sou a Grande Medianeira das Graças”. O Pai quer que o mundo reconheça esta posição da sua serva. Os homens devem acreditar que, como esposo constante do Espírito Santo, eu sou a fiel Mediatriz de todas as Graças. O meu sinal está a chegar (o Anjo do Apocalipse: Apocalipse 10:1-2; ver o texto: “A Chave do Apocalipse”). Deus assim o quer. Só os Meus filhos (os Apóstolos dos últimos dias, de quem Ela falou em La Salette) o reconhecem, porque lhes é mostrado em segredo, e por esta razão dão glória ao Senhor. Ainda não consigo fazer com que o mundo veja o meu poder. Devo retirar-me com os meus filhos (A Mulher do Apocalipse 12:1-6 / 12:13-17). Quero realizar milagres secretos nas almas até que o número de sacrifícios esteja completo. É seu para encurtar os dias de escuridão. As vossas orações e sacrifícios irão destruir a imagem da Besta (a Besta do Apocalipse 13,1-8 / 13,14-16 / 17,1-9). Então poderei revelar-me ao mundo para a glória do Todo-Poderoso. Beije o meu sinal para que todos em breve adorem e honrem a Trindade. Reze e ofereça através de mim! Reze continuamente! Rezem o Rosário! Pergunte tudo ao Pai através do meu Imaculado Coração! Se for dirigido para a Sua glória, Ele dar-lho-á. Não implores por valores perecíveis, mas pede graças por almas individuais, pelas tuas comunidades, pelos povos, para que todos possam amar e dar glória ao Coração Divino. Consagrar-me o sábado como desejei.

Tragam-me muitos sacrifícios! Façam das vossas orações um sacrifício! Seja altruísta! Já não se trata hoje em dia de dar glória e expiação ao Senhor. Se se dedicar inteiramente a isto, eu tratarei de tudo o resto. Quero sobrecarregar os meus filhos com cruzes tão pesadas e profundas como o mar, porque os amo no meu Filho sacrificial. Suplico-vos, estejam prontos a carregar as vossas cruzes, para que a paz possa vir em breve. Abrace o meu sinal para que em breve a Santíssima Trindade possa ser glorificada.

Peço que os homens cumpram os meus desejos o mais depressa possível, porque esta é a vontade do Pai Celestial e porque é necessária para a Sua maior glória e magnificência, agora e em todos os tempos. O Pai anuncia sofrimentos terríveis para aqueles que não querem submeter-se à Sua vontade”.

A Virgem Santa acrescentou que tinha uma nova mensagem para o mundo. Circunstâncias e detalhes externos não deviam ser relatados: “Os espíritos separar-se-ão sobre esta mensagem, uma grande parte ficará chocada com ela, mas uma pequena legião irá compreendê-la bem e torná-la-á clara. Eles reconhecerão a minha vontade e regozijar-se-ão. Esta legião reconheceu a minha posição neste tempo e deu-me muita alegria. Esta legião tem representantes em muitos países e eles vão espalhar a minha mensagem. Muitos deles já viram os meus milagres secretos. Eles reconheceram que eu sou a “Mãe Maravilhosa” e glorificam-me sob esse título” (Esta Mensagem chocante é de facto a do Apocalipse que chocou o povo ao serviço da Besta. Sobre o título “Mãe Maravilhosa” ver a nota abaixo).

Bärbel pediu um sinal exterior para que os homens acreditassem na sua mensagem. Maria respondeu que só daria um sinal quando o povo tivesse feito a sua vontade. Então Ela realizaria milagres maiores do que nunca, milagres nas almas. A Santíssima Virgem disse novamente

“Já dei tantos sinais e falei tão frequentemente ao mundo, mas os homens não o levaram a sério. Grandes massas têm vindo por causa dos sinais exteriores, mas não na sua maioria. Estamos na véspera de uma época em que todos aqueles que acreditam em mim apenas por causa de milagres visíveis ficarão confusos. Os sinais exteriores levarão muitos a uma maior responsabilidade, porque não terão tirado conclusões deles. Há muitas almas que estão apenas à espera da oração dos meus filhos. Os meus filhos devem louvar e honrar mais o Senhor e agradecer-Lhe. Ele não os criou para a Sua glória”!

Os gestores do sítio visitaram Marienfried em 1984. Lá conheceram o padre responsável e um pequeno grupo. Eles falaram-lhes da Mensagem do Apocalipse. Ficaram impressionados com isso e permitiram-nos encontrar a própria Bärbel visionária na sua casa. Ela não revelou nenhuma desta “outra mensagem que Maria tinha de revelar” porque, disse ela, o seu bispo a tinha proibido de o fazer. Cabe aos Apóstolos do Apocalipse quebrar este muro de silêncio sobre a identidade da Estrela, a Besta do Apocalipse.

Oração a “Mater Admirabilis”

Uma oração a “Mater Admirabilis” (Mãe Admirável) foi composta a 20 de Outubro de 1945, pela jovem Doris Toutounji, nascida a 24 de Junho de 1930. Foi subitamente levada para o Céu a 10 de Dezembro de 1945, quarenta dias depois de ter composto esta bela oração inspirada pelo Espírito Santo. Os Apóstolos do Apocalipse gostam de recitar esta oração e agradar à sua Mãe Admirável oferecendo-a diariamente. Reconhecem-se a si próprios na “pequena legião” dos seus filhos que “lhe dão glória sob este título”. É de salientar que as aparições de Maria a Marienfried começaram em Abril de 1946, quatro meses após o “desaparecimento” de Doris, para se juntar a esta Mãe Admirável a quem ela tinha dedicado amorosamente esta oração.

Ave Maria, cheia de graças, luz cintilante onde a Santíssima Trindade é reflectida. O teu nome, ó Maria, é um bálsamo generalizado e, para nós pecadores, uma ajuda sempre esperada.

O Senhor está convosco, tal como vós, ó Maria, estais connosco, para iluminar, guiar e consolar os vossos filhos, pobres peregrinos que viajam pelo vale das lágrimas, os seus olhos fixos em vós, a sua doce estrela.

Sois abençoada entre todas as mulheres, porque o Senhor vos escolheu para serdes a Mãe do Verbo Encarnado, sem nunca permitir que o pecado manche a vossa bela brancura.

Abençoado é o fruto do vosso ventre, Jesus, pois através de vós Ele foi-nos dado, o único Salvador, que nos redime da morte e nos abre a porta do céu.

Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós que agora lutamos na terra. Sede sempre o nosso refúgio, para que no abençoado momento da morte possamos contemplar o vosso doce rosto no esplendor da Eternidade. Ámen.