A Virgem Maria apareceu em “La Salette” a 19 de Setembro de 1846 a uma humilde pastora francesa de 15 anos, Mélanie Calvat, e à sua mais jovem amiga pastora, Maximin Giraud, de 12 anos. La Salette é uma pequena aldeia nos Alpes Dauphiné, a uma altitude de 1800 metros, no sudeste de França, perto de Grenoble.

A mensagem dada por Maria é simbólica e enigmática. Só pode ser compreendido com o desdobramento dos acontecimentos profetizados. Estes eventos estão hoje a ter lugar perante os nossos olhos. Os protagonistas anunciados estão lá. A fim de compreender a linguagem apocalíptica de Maria e reconhecer a identidade do Anticristo e da Besta de quem Ela fala nesta mensagem, remetemos o leitor para o texto “A Chave do Apocalipse”.

Na sua mensagem, Maria refere-se constantemente ao Evangelho, bem como ao Apocalipse de São João. Ela fala da “Besta” (Apocalipse 13 / 17) que é o Anticristo (1 João 2,22); ele irá apresentar-se como o “Salvador” e enganará muitos cristãos. É por isso que Nossa Senhora expressou fortemente o seu desapontamento para com os líderes religiosos cuja “inteligência foi obscurecida pelo diabo”, incapazes de discernir o Anticristo anunciado pela Bíblia, deixando-o agir livremente e enganar o povo.

A Santíssima Virgem apela portanto a todos os seus verdadeiros filhos, os “Apóstolos dos últimos tempos”, a lutar contra este inimigo de Jesus. Revelamos a sua identidade, colocando entre parênteses os esclarecimentos necessários.

Melanie publicou a sua mensagem em extenso em 1879 com imprimatur do Bispo Zola (da cidade de Lecce, Itália). Roma reconheceu-o oficialmente em 6 de Junho de 1922. La Salette é actualmente um centro de peregrinações activo.

Tudo começou em 19 de Setembro de 1846. Melanie e Maximin estavam nos campos com o rebanho. Ficaram assustados quando viram uma bola luminosa aparecer a poucos metros de distância, no meio da qual uma mulher radiante chorava sentada com o rosto nas mãos. A Senhora levantou-se com grande dignidade e aproximou-se das crianças. O seu rosto estava triste mas sereno. Disse-lhes ela:

“Avancem, meus filhos; estou aqui para vos dar grandes notícias. Se o meu povo não quiser submeter-se, sou forçado a largar a mão do meu Filho. É tão pesada e tão pesada que já não a consigo reter. Há tanto tempo que sofro por vós, povo! Se eu não quiser que o meu Filho o abandone, sou encarregado de rezar a Ele sem cessar. E vocês não prestam qualquer atenção a isso. Por muito que rezem, por muito que façam, nunca serão capazes de recompensar a tristeza que tomei pelo resto de vós. Se a colheita se estragar, é apenas por sua causa.” etc…/blockquote>

A Santíssima Virgem, depois de ter expressado brevemente o seu desapontamento, deu a Melanie uma mensagem secreta, pedindo-lhe que a revelasse posteriormente. O clero recusa-se hoje a publicá-la porque esta mensagem os acusa e anuncia a traição do Vaticano.

Reproduzimos o texto completo com explicações e referências bíblicas entre parênteses.

Isto é o que Nossa Senhora diz a Melanie

“Melanie, o que te vou dizer agora nem sempre será segredo. Pela sua má vida, pela sua irreverência e impiedade na celebração dos Santos Mistérios, pelo seu amor ao dinheiro, amor à honra e aos prazeres, os padres tornaram-se fossos de impureza. Sim, os padres exigem vingança e a vingança está a pairar sobre as suas cabeças. Ai dos sacerdotes e dos consagrados a Deus, que pela sua infidelidade e má vida estão de novo a crucificar o meu Filho. Os pecados dos consagrados a Deus clamam ao céu e pedem a vingança de Deus; e eis que a vingança está à sua porta, pois não resta ninguém para implorar misericórdia e perdão pelo povo. Não há almas mais generosas, já não há ninguém digno de oferecer a Vítima sem mácula ao Senhor pelo mundo.

Deus vai atacar de uma forma sem exemplo. Ai dos habitantes da terra! Deus esgotará a sua raiva e ninguém conseguirá escapar a tantos males juntos.

Os governantes, os líderes do povo de Deus, negligenciaram a oração e a penitência e o diabo escureceu as suas mentes (são incapazes de discernir a identidade do Anticristo); tornaram-se estas estrelas errantes que o velho diabo arrastará com a sua cauda para as destruir (Apocalipse 12:4).

Deus permitirá que a antiga serpente ponha divisões entre os governantes em todas as sociedades e famílias. As pessoas irão sofrer dores físicas e morais. Deus abandonará os homens a si próprios e enviará castigos que se seguirão durante mais de 35 anos (os “42 meses” simbólicos de Apocalipse 11:11). A sociedade está na véspera das pragas mais terríveis (Marcos 13,19 / Apocalipse 16,18) e dos maiores eventos. Deve-se esperar ser governado por uma vara de ferro e beber o cálice da ira de Deus (Apocalipse 14,9-10).

Que o Vigário do meu Filho, o Sumo Pontífice Pio IX, não deixe mais Roma depois de 1859; mas que seja firme e generoso, que lute com as armas da fé e do amor; eu estarei com ele.

Que tenha cuidado com Napoleão; o seu coração é duplo, e quando quiser ser Papa e Imperador ao mesmo tempo, Deus logo se retirará dele: ele é aquela águia que, sempre a querer voar, cairá sobre a espada que queria usar para forçar os povos a erguer-se.

A Itália será castigada pela sua ambição de sacudir o jugo do Senhor dos Lordes. Assim ela será entregue à guerra; sangue será derramado por todos os lados, igrejas serão fechadas ou profanadas, sacerdotes e religiosos serão expulsos; eles serão obrigados a morrer, e morrerão de forma cruel. Muitos abandonarão a fé (por serem solidários com o Anticristo), e o número de sacerdotes e religiosos que se separarão da verdadeira religião será grande. Entre estas pessoas haverá mesmo bispos (acordo Vaticano-Israelita assinado a 30 de Dezembro de 1993).

Que o Papa tenha cuidado com os milagreiros (falsos “milagres” do Anticristo baseados na injustiça e na violência militar) porque chegou o momento em que as maravilhas mais espantosas terão lugar na terra e no ar (poder aéreo).

Em 1864, Lúcifer com um grande número de demónios será libertado do inferno (Apocalipse 20,7). Abolirão pouco a pouco a fé e mesmo nas pessoas consagradas a Deus. Vão cegá-los de tal forma que, a menos que haja uma graça especial, estas pessoas levarão o espírito desses anjos malignos. Muitas casas religiosas perderão totalmente a sua fé (fazendo-se solidárias com o Anticristo por medo de serem acusadas de anti-semitismo) e perderão muitas almas.

Os livros malignos irão abundar na terra, e os espíritos das trevas irão espalhar por toda a parte um afrouxamento universal para tudo o que diz respeito ao serviço de Deus (2 Timóteo 3:1-5). Eles terão grande poder sobre a natureza. Haverá igrejas para servir estes espíritos (culto satânico no mundo). As pessoas serão levadas de um lugar para outro por estes espíritos maus, e mesmo pelos sacerdotes, porque não serão conduzidas pelo bom Espírito do Evangelho, que é um espírito de humildade, caridade e zelo pela glória de Deus.

Os mortos e os justos serão ressuscitados (os israelitas afirmam que o actual Estado de Israel é uma ressurreição de Israel bíblico e comparam algumas figuras israelitas com figuras bíblicas: Ben Gurion é um novo Moisés, Golda Meir é uma nova profetisa Deborah, etc…) ). Estes mortos (em espírito, os sionistas de hoje) tomarão a figura das almas justas que tinham vivido na terra (Moisés, Débora, etc… ), a fim de melhor seduzir os homens. Estes chamados mortos ressuscitados, que não serão senão o diabo sob estas figuras (humanas), pregarão outro evangelho (sionista), contrário ao do verdadeiro Jesus Cristo, negando a existência do Céu, ou seja, as almas dos condenados. Todas estas almas (satânicas) aparecerão como unidas aos seus corpos (estes corpos estão possuídos pelo diabo).

Haverá milagres extraordinários por toda a parte porque a verdadeira fé se extinguiu e a falsa luz está a iluminar o mundo (milagres devidos ao progresso da ciência: conquista do espaço, etc… não são milagres de natureza espiritual).

Ai dos príncipes da Igreja que só se ocuparão de acumular riqueza sobre riqueza, salvaguardando a sua autoridade e dominando com orgulho.

O Vigário do meu Filho terá muito que sofrer (sob o comunismo), porque durante algum tempo a Igreja será sujeita a grandes perseguições: será o tempo das trevas; a Igreja terá uma crise terrível.

Sendo a fé santa de Deus esquecida, cada indivíduo quererá guiar-se a si próprio (negligenciando as advertências celestiais) e ser superior aos seus semelhantes. Os poderes civis e eclesiásticos serão abolidos, toda a ordem e justiça serão espezinhadas; não haverá nada mais do que homicídios, ódio, ciúmes, mentiras e discórdia, sem amor pelo próprio país ou família.

O Santo Padre irá sofrer muito. Estarei com ele até ao fim para receber o seu sacrifício. O ímpio atacará a sua vida muitas vezes sem poder prejudicar os seus dias; mas nem ele nem o seu sucessor verão o triunfo da Igreja de Deus….

Os governantes civis (sob a influência da Maçonaria) terão todos o mesmo objectivo, que será abolir e eliminar todos os princípios religiosos, dar lugar ao materialismo, ao ateísmo, ao espiritismo e a todo o tipo de vícios.

Em 1865, a Abominação será vista nos Lugares Santos (Mateus 24:15; primeiros esforços do povoamento sionista na Terra Santa). Nos conventos, as flores da Igreja serão putrefactas e o demónio render-se-á como Rei dos Corações. Que aqueles que estão à frente das comunidades religiosas estejam em guarda para as pessoas que vão receber, porque o diabo usará toda a sua malícia para introduzir nas ordens religiosas pessoas que são viciadas no pecado (infiltração Judeo-Masonic), porque a desordem e o amor aos prazeres carnais serão espalhados por toda a terra.

A França, Itália, Espanha e Inglaterra estarão em guerra. O sangue correrá nas ruas. Os franceses lutarão com os franceses, os italianos com os italianos; depois haverá uma guerra geral (guerra mundial) que será terrível (nuclear). Durante algum tempo, Deus não se lembrará de França ou Itália, porque o Evangelho de Jesus já não é conhecido. Os ímpios espalharão toda a sua maldade; matar-se-ão uns aos outros, massacrar-se-ão uns aos outros mesmo nas suas casas.

Ao primeiro golpe da sua espada trovejante, as montanhas e toda a natureza tremerão de terror, porque as desordens e crimes dos homens perfuram a abóbada do céu. Paris será queimada e Marselha engolida; muitas grandes cidades serão abaladas e engolidas por terramotos (Apocalipse 16:18-19). As pessoas vão pensar que tudo está perdido. Só verão mortes, só ouvirão armas (guerras por todo o lado, Mateus 24) e blasfémia (imoralidade).

Os justos sofrerão muito; as suas orações, penitência e lágrimas ascenderão ao Céu (Apocalipse 6:9-10 e 8:3) e todo o povo de Deus pedirá perdão e misericórdia, e pedirá a minha ajuda e intercessão.

Então Jesus, por um acto da Sua justiça e grande misericórdia para com os justos, ordenará aos Seus anjos que ponham todos os Seus inimigos à morte (Lucas 19,27 e Apocalipse 19,17-20).

De repente, os perseguidores da Igreja de Jesus, o Cristo, e todos os homens dedicados ao pecado perecerão e a terra tornar-se-á como um deserto (após a guerra nuclear).

Depois haverá paz, a reconciliação de Deus com os homens. Jesus será servido, adorado e glorificado; o amor florescerá por toda a parte. Os novos reis serão a mão direita da Santa Igreja, que será forte, humilde, piedosa, pobre, zelosa e imitadora das virtudes de Jesus. O Evangelho será pregado em toda a parte e os homens farão grandes progressos na fé porque haverá unidade entre os trabalhadores de Jesus e os homens viverão no temor de Deus.

Esta paz entre os homens não será longa: 25 anos de colheitas abundantes farão esquecer que os pecados dos homens são a causa de todos os sofrimentos que vêm sobre a terra.

Um precursor do Anticristo (o comunismo criado por Marx, Lenine, etc… dos judeus sionistas), com as suas tropas de muitas nações, lutará contra o verdadeiro Cristo, o único Salvador do mundo. Ele derramará muito sangue e desejará destruir a adoração de Deus para ser visto como Deus (2 Tess. 2:3-4).

A terra será atingida por todo o tipo de pragas, para além de peste e fome, que serão gerais (SIDA, etc.). Haverá guerras (guerras mundiais e as guerras que se têm multiplicado no Médio Oriente desde a proclamação do Estado de Israel), até à última guerra que será então travada pelos 10 reis do Anticristo (Terceira Guerra Mundial iniciada contra o Iraque pelos EUA e seus aliados: Apocalipse 17:12-14). Estes reis terão todos o mesmo plano (apoio total a Israel: Apocalipse 17:13) e serão os únicos a governar o mundo (supremacia dos Estados Unidos).

Antes que isto aconteça, haverá uma espécie de falsa paz no mundo (os acordos de paz israelo-árabe de Camp David, Oslo…). As pessoas só pensarão em divertir-se, os ímpios cometerão todo o tipo de pecados, mas os filhos da fé, meus verdadeiros imitadores, crescerão no amor de Deus e nas virtudes que me são mais queridas. Abençoadas são as almas humildes guiadas pelo Espírito Santo Lutarei com eles até atingirem a plenitude da idade (maturidade espiritual).

A natureza exige vingança para a humanidade, e estremece de terror enquanto espera pelo que vai acontecer à terra manchada de crimes (Terceira Guerra Mundial: Lucas 21:25-26).

Terramoto e vós que professais servir Jesus (o clero) mas dentro de vós adorais a vós mesmos! Porque Deus vos entregará ao Seu inimigo (o Anticristo) porque os Lugares Santos estão em corrupção (Apocalipse 11:2 e 20:9).

Muitos conventos (em solidariedade com o Anticristo) já não são as casas de Deus mas os pastos de Asmodeus (o demónio da impureza) e os seus próprios.

Será durante este tempo que nascerá o Anticristo (“que nega que Jesus é o Cristo” 1 João 2,22: Israel, nascido em 1948) de uma freira hebraica (sionismo internacional), de uma falsa virgem (símbolo dos falsos judeus de quem falam Apocalipse 2,9 e 3,9, que se tornou uma “sinagoga de Satanás” com “o diabo como pai” João 8,44 por causa da sua rejeição de Jesus). O seu pai será bispo (símbolo dos líderes cristãos que se mantêm solidários com Israel. Eles contribuíram para o seu nascimento). Quando nascer, ele irá vomitar blasfémias (Apocalipse 13:5), terá dentes (símbolo de monstruosidade moral: Israel, quando nasceu, mostrou os seus dentes aos seus inimigos). Numa palavra, ele será o diabo encarnado. Gritará gritos temerosos (ameaças contra os seus inimigos), fará maravilhas (proeza militar de Israel), alimentar-se-á apenas de impurezas (blasfêmias, injustiças e mentiras). Ele terá irmãos (os 10 reis) que, embora não sejam demónios encarnados como ele, serão filhos do mal (porque eles o apoiam).

Aos 12 anos de idade, serão notados pelas valentes vitórias que vencerão (1948 + 12 = 1960: supressão da mensagem de Fátima que deveria ser revelada em 1960; Concílio Vaticano II que exonerou os judeus da morte de Jesus; guerra tripartida contra o Egipto em 1956, a Guerra dos Seis Dias em 1967, etc…) ). Em breve, cada um deles estará à frente dos exércitos (ordenam intervenções militares a favor de Israel: Guerra do Iraque, etc…). ), assistidos por legiões do inferno.

As estações (a situação mundial) serão alteradas, a terra produzirá apenas frutos maus (naturais e espirituais), as estrelas (chefes de estado e líderes religiosos) perderão os seus movimentos regulares (controlo da sua nação). A lua reflectirá apenas uma ligeira luz avermelhada (a luz espiritual está a desaparecer, Mateus 24:29, etc.); a água e o fogo darão ao globo terrestre movimentos convulsivos e terramotos horríveis engolirão montanhas, cidades, etc…

Roma (o Vaticano) perderá a fé e tornar-se-á a sede do Anticristo (2 Tessalonicenses 2:4). Os demónios do ar, juntamente com o Anticristo, realizarão grandes maravilhas na terra e noar (o poder militar de Israel na terra e no ar), e os homens perverter-se-ão cada vez mais.

Deus cuidará dos Seus servos fiéis e de homens de boa vontade. O Evangelho será pregado em todo o lado. Todos os povos e nações devem conhecer a verdade.

Estou a fazer um apelo urgente à Terra.

Eu chamo os verdadeiros seguidores do Deus Vivo e Reinado no Céu. Chamo os verdadeiros imitadores de Cristo feito homem, o único e verdadeiro Salvador dos homens (Jesus é o único e único Messias; o Messias aguardado pelos israelitas é o Anticristo). Chamo os meus filhos, os meus verdadeiros devotos, aqueles que se entregaram a mim para os conduzir ao meu Filho divino, aqueles que carrego nos meus braços, por assim dizer, aqueles que viveram pelo meu Espírito.

Finalmente, chamo os Apóstolos dos Últimos Tempos (Mateus 24,31), os discípulos fiéis de Jesus que viveram no desprezo do mundo e de si mesmos, na pobreza e humildade, no desprezo e no silêncio, na oração e mortificação, na castidade e união com Deus, no sofrimento e no desconhecido do mundo. É tempo de eles saírem e iluminarem a terra. Ide e mostrai-vos como meus filhos queridos; estou convosco e em vós, desde que a vossa fé seja a luz que vos ilumine nestes dias de maldade.

Que o vosso zelo vos faça ter fome da glória e honra de Jesus. Luta (contra os Sionistas e seus aliados), filhos da luz, vós poucos que vedes (a verdade sobre o Anticristo); pois este é o Tempo dos Tempos, o Fim dos Fins.

A Igreja será eclipsada (já o é), o mundo ficará consternado. Mas eis que Enoque e Elias (símbolo das duas testemunhas de Apocalipse 11:3) cheios do Espírito de Deus; e pregarão com o poder de Deus; e os homens de boa vontade acreditarão em Deus, e muitas almas serão consoladas (pela mensagem apocalíptica); e farão grandes progressos pelo poder do Espírito Santo, e condenarão os erros malignos do Anticristo.

Ai dos habitantes da terra!

Haverá guerras sangrentas e fome, pragas e doenças contagiosas (SIDA, etc.). Haverá chuvas de terrível granizo animal (o “granizo” apocalíptico, bombas: Apocalipse 16:21, lançado por “gafanhotos”, aviões: Apocalipse 9:3-11). O trovão abalará as cidades (bombardeamentos). Os terramotos irão envolver países. As vozes serão ouvidas no ar (aviões); os homens lutarão com a cabeça contra as paredes. Eles apelarão à morte, e a morte, por outro lado, será o seu tormento. O sangue será derramado por todos os lados.

Quem poderá ganhar, se Deus não encurtar o tempo de julgamento!

Pelo sangue, lágrimas e orações dos justos, Deus permitir-se-á enfraquecer (Mateus 24:22)

Enok e Elijah serão condenados à morte. Roma pagã desaparecerá; o fogo do céu cairá e consumirá três cidades; o universo inteiro será atingido pelo terror e muitos serão enganados (pelo Anticristo) porque não adoraram o verdadeiro Cristo (Jesus) que vive entre eles.

Já não era sem tempo. O sol (espiritual) está a escurecer; só a fé viverá.

Este é o momento! O Abismo está a abrir-se (Apocalipse 9:1-2). Aqui está o Rei dos reis das trevas.

Aqui está a Besta (Apocalipse 13:1 e 17:8) com os seus súbditos que afirmam ser o Salvador do mundo (o Messias sionista). Ele erguer-se-á com orgulho no ar (a proeza aérea de Israel) para subir ao céu. Ele será sufocado pelo sopro de São Miguel Arcanjo (1 Tessalonicenses 4:16). Ele cairá, e a terra, que tem vindo a mudar continuamente há três dias (Apocalipse 11:9-11), abrirá o seu seio cheio de fogo e será mergulhada para sempre com todo o seu povo nos abismos eternos do inferno (Apocalipse 12:16 e 19:19-20 e 20:9-10).

Então Água e Fogo (a fé e o zelo dos Apóstolos dos últimos tempos) purificarão a terra e consumirá todas as obras do orgulho dos homens e todas serão renovadas: Deus será servido e glorificado (Apocalipse 21:1 e 11:13).

… Bem, meus filhos, passareis esta mensagem a todo o meu povo”.

Melanie cumpriu a sua tarefa, revelando a mensagem no seu tempo. Mas mais tarde, e apesar de La Salette ser um centro de peregrinação (económico) encorajado pela Igreja, bispos e padres fazem tudo para abafar a mensagem, como é também a mensagem de Fátima. A razão para tal é que o Vaticano demonstrou solidariedade com o Anticristo e o clero tornou-se uma fossa de impureza.

Cabe aos verdadeiros filhos de Maria, os Apóstolos dos últimos tempos, os Crentes Independentes, transmitir a mensagem da sua Santa Mãe.